24/12/2012

Papai Noel Xangozão





Há mais de vinte anos comprei este cartão e guardei-o. Nossa! Na época, resolvi dar pra mim mesmo esse presente. Garimpando encontrávamos a negritude estampada em objetos e livros em lugares como a loja Tilai ou a Griot ou nos lançamentos dos Cadernos Negros. A primeira agenda afro lembro até hoje. Quiçá ganhar um cartão de natal com a minha cara tão declarada, cheio de africanidade, família negra esperançosa por mudanças abraçada por um papai noel Xangozão.Um Feliz Natal cheio de paz e saúde justiça. E vamos continuar espalhando essa alegria negra por todos os cantos.